OPÇÕES TRIBUTÁRIAS PARA EMPRESAS

Entendendo os regimes tributários

É evidente a necessidade de que sua empresa se adeque às exigências tributárias impostas pelas diferentes entidades fiscais que regem seu ramo de atividades. Contudo, há diferentes regimes tributários que se desenvolveram para que cada tipo de negócio arque com uma carga tributária apropriada e lide apenas com o processo burocrático que lhe diz respeito.

Sendo assim, passa a ser determinante, para qualquer negócio, o conhecimento sobre os diferentes tipos de regimes tributários em vigor e qual o modelo em que, de fato, sua empresa se enquadra.

Alguns tipos de regimes tributários

Para as pequenas empresas, por exemplo, foi desenvolvido o Simples Nacional, um regime que visa desburocratizar o recolhimento e facilitar a rotina dos pequenos empresários que podem recolher seus impostos (sejam federais, estaduais ou municipais) por meio de uma única guia de recolhimento. O melhor do Simples Nacional é, todavia, o custo fixo e reduzido da carga tributária total, resultado de isenções fiscais de incentivo aos microempreendedores.

O Lucro Presumido é outro regime de tributação e se destina a empresas cujo faturamento ultrapassa o teto imposto para aquelas que aderem ao Simples Nacional. Como diz o nome, a carga tributária dependerá de um cálculo da Receita Federal que determinará, com base no volume de negócios, o lucro médio da instituição pelo próximo ano. Ou seja, a tributação incide sobre uma estimativa de lucro.

Há também o Lucro Real, um regime de tributação mais detalhado que se destina a empresas com maior faturamento ou que atuam em determinados ramos específicos, como bancos, corretoras e financeiras. Nessa modalidade os tributos são calculados a partir dos faturamentos efetivos, das receitas mensais ou trimestrais da empresa, o que as obriga a manter um controle bem mais cuidadoso de todas as suas receitas e despesas e contar com uma assessoria contábil para lidar com o processo que, inevitavelmente, é mais burocrático.

Como fazer a escolha certa?

O enquadramento da empresa ao regime de tributação adequado é uma tarefa de extrema importância e é um dos primeiros passos a serem tomados por quem procura elaborar, para o benefício de seus negócios e de todos os envolvidos nele, um bom planejamento tributário. Não dispense, portanto, a ajuda profissional de um contador especializado em legislação tributária que saiba avaliar as opções e indicar o caminho correto para seus negócios.

Não corra mais riscos. Considere contar com a assessoria experiente do Escritório Taquaral para o seu próximo planejamento tributário: fique em dia com o fisco, livre-se da burocracia e minimize os impactos financeiros da carga tributária.

Related posts

ANTECIPAÇÃO DE FERIADOS, INCLUSIVE RELIGIOSO: QUESTÕES TRABALHISTAS PRESENTES

Em, 22.05.2020 José Homero Adabo (1) O Prefeito de Campinas publicou hoje (22/05) no DOM a Lei nº 15.907/2020, antecipando em caráter excepcional no exercício de 2020 os seguintes feriados: a) Corpus Christi (originalmente em 11/06) foi antecipada a comemoração para o próximo dia 26/05 e b) Dia da...

Saiba Mais

GOVERNO CRIA LINHA DE CRÉDITO PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DURANTE CRISE DA COVID-19

Em, 19.05.2020 José Homero Adabo (1) O governo federal publicou no hoje (19/05) a Lei nº 13.999/2020, que cria o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), por meio de uma linha de crédito destinado exclusivamente às micro e pequenas empresas, definidas na Lei...

Saiba Mais

PRORROGADOS OS PRAZOS DE PAGAMENTO DE PARCELAMENTO DO “SIMPLES NACIONAL” DE MAIO, JUNHO E JULHO DE 2020

Em, 18.05.2020 José Homero Adabo (1) O Comitê Gestor do Simples Nacional – CGSN publicou hoje (18/05) a Resolução CGSN nº 155/2020, prorrogando os prazos de vencimento do parcelamento de tributos federais administrados pela Receita Federal do Brasil (RFB) e pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), apurados pelo regime...

Saiba Mais
Como podemos te ajudar?
Enviar pelo WhatsApp